Renato Gaúcho revelou seu time do coração

Considerado o maior ídolo da história do Grêmio, o ex-atacante e agora técnico Renato Gaúcho continua fazendo história pelo lado azul de Porto Alegre. Campeão da Libertadores da América como jogador e treinador, ele também contou com passagens marcantes no futebol carioca, onde defendeu Flamengo, Botafogo e Fluminense.

Na Gávea, Renato contou com três passagens em seus tempos de jogador. No Mengão, ele foi peça fundamental na conquista do Campeonato Brasileiro de 1987, chamado de Copa União. Foi dele, por exemplo, o gol que garantiu a classificação para a final da competição na histórica vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG no Mineirão.

Saindo do clube no ano seguinte para atuar na Roma, Renato retornaria ao Mais Querido em 1989 para declarar todo o seu amor ao Flamengo. Em entrevistaa repórter Glória Maria no Fantástico, Renato Gaúcho declarou amor diversas vezes ao clube que voltava a defender.

Ao longo do bate-papo, o então atacante soltou frases como “Vermelho e preto. Que é a cor do meu clube, que é o Flamengo, que eu amo” quando indagado sobre sua cor favorita e “Ter ido embora em 88 para a Roma, ter saído do meu clube que eu amo muito, que é o Flamengo” quando perguntado sobre um arrependimento.

Relembre as passagens de Renato Gaúcho pelo Flamengo

Como jogador

  • 1987-1988: 83 jogos e 18 gols marcados
  • 1989-1990: 64 jogos e 22 gols marcados
  • 1993: 37 jogos e 21 gols marcados
  • 1997-1998: 29 jogos e sete gols marcados
  • Títulos: Copa União 1987, Copa do Brasil 1990, Taça Guanabara 1988 e 1989

Como treinador

  • 2021: 38 jogos; 25 vitórias, oito empates e cinco derrotas
  • Aproveitamento de 72,81%

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Central da Gávea.

Comentários estão fechados.